What Happens Now?


Estou completamente farto do mundo. Até podem pensar que estou cheio de negativismo, e exagero quanto a tudo. Mas não é verdade. Muito pelo contrário! Todos os dias de manhã finjo um sorriso ao espelho, com a esperança que o dia corra bem, mas nunca resulta. Todos os dias somos julgados, repreendidos, e a única coisa que queremos ser é sermos nós próprios. Mas para quê? Por mais que cravemos no nosso cérebro que nos devemos sentir bem connosco apenas, há sempre alguém que nos faz voltar ao zero, e voltar de novo àqueles jogos de confiança onde saímos sempre vencidos e nunca vencedores. E aí está a minha questão! Que graça tem assim o mundo? Completamente nenhuma... E ainda por cima, quanto mais crescemos, mais levado a sério somos. E vivemos num regime com regras restritas. Se sucedermos, a ação não passa de uma banalidade, uma coisa que pertence ao dia-a-dia. Mas se falharmos, mil dedos são apontados na nossa direção. E aí? Perde a graça suceder. Porque não vale a pena.
Se antes não gostava de mim, agora odeio-me.

Comentários

Mensagens populares