wferqgwrhgkrmnyu

Nunca escrevi enquanto bêbedo, mas hoje vou experimentar, para ver o que sai daqui. Tenho vontade de fumar, mas já acendi o cigarro. Tenho vontade de dormir mas estou a escrever, e uma coisa impossibilita a outra, como é claro. Amanhã vou-me arrepender de tudo o que fiz e disse hoje, mas que se foda, vamos aproveitar enquanto estamos felizes e sinceros porque estes sentimentos são difíceis de alcançar enquanto sóbrios.
O ser humano esconde tanta coisa. Esconde aquilo que o faz sentir desconfortável, e eu não acho bem. Acho que nos devíamos expressar sempre da maneira que somos realmente, e não evitar a nossa personalidade. Pelo menos falo por mim. Mas pronto... Já me habituei ao facto de não ter ninguém que perceba os meus sentimentos.
Agora lembrei-me da música dos Green Day. "Boulevard Of Broken Dreams". Principalmente logo da primeira parte. "I walk a lonely road, the only one that I have ever known". Acho que é assim.
O cigarro apagou-se e acendi-o de novo. Que sabor horrível, tabaco usado seco. Mas já acendi e já estou a escrever novamente, com uma vontade de ir dormir tremenda, a ver tudo a andar à roda.
O piscar desta barra de escrita enerva. Emite um sentimento de limite do meu pensamento e inspiração.
Tenho de ir vomitar, não aguento. Eu que nem costumo chamar o Gregório...
Vou dormir, senão não me aguento, Adeus, I love you so much.

Comentários

Mensagens populares