Confesso


Confesso que às vezes me falta a paciência, e aquela vontade de continuar com isto a que chamamos "vida" desvanece, em questões de segundos. Confesso que ainda não me habituei ao facto de aqueles erros que cometemos, que outrora se esqueciam num espaço de duas horas, se transformaram em erros que cicatrizam os nossos corações para o resto da vida. E nunca senti tão nitidamente o sabor do que é realmente a verdade na minha língua, e se querem que seja sincero, sabe horrivelmente. Dá-nos suor todas as manhãs, apertos no peito, e uma lágrimas de vez em quando, assim como uns gritos abafados que nós tentamos esquecer com os amigos e a família. Mas essa réstea de mísera ainda continua cá dentro, porém escondida, à espera de nos apanhar desprevenidos, para que desabemos outra vez, cairmos no chão.
Digam o que quiserem, essas palavras fingidas não têm força nenhuma, quando um coração está despedaçado. E como um amigo meu diz: "Pode voltar, mas vai levar muito tempo, rapaz.".

Comentários

Mensagens populares